Rss Feed

Confissões

"Que esta minha paz e este meu amado silêncio não iludam a ninguém ,não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios acho-me relativamente feliz, porque nada de exterior me acontece... Mas, em mim, na minha alma, pressinto que vou ter um terremoto."

[Mario Quintana]

1 comentários:

Camila disse...

procura uns textos de caio fernando abreu, acho que tu vai gostar *-*

tô te seguindo *: